29.8.06

 

Francisco Brennand- A sua imediata obrigação era o sonho


Chegar até ao centro do universo e lá ficar prisioneiro para sempre é esse o nosso destino- Brennand


Brennand, praticante da escultura, da pintura, do desenho e da olaria- cerâmica tem vindo a tornar o seu atelier , não apenas um espaço de trabalho, senão antes autêntico museu-templo de fascinante imponência cenográfica, repleto de exóticas figuras e intensíssimas colorações (…)Pelas quais em constante acréscimo conexo a permanente produtividade autoral, frequentemente levada até à exaustão, dir-se-ia conjugarem-se inequívoca modernidade e atemporal ancestralidade

Fernando Pernes in catálogo da Exposição Brennand - No acerto com o Mundo


Francisco de Paula Coimbra de Almeida Brennand, nasceu a 11 de Junho de 1927, no Recife, capital do estado de Pernambuco, Brasil.
Desde 1971 ele vem transformando uma antiga olaria de dez mil metros quadrados num espapaço artístico peculiar, criando uma mitologia própria.
Estudou pintura com Álvaro Amorim, um dos fundadores da Escola de Belas Artes de Recife. Participou e conquistou os 1ºs prémios no Salão de Pintura no Museu do Estado de Pernambuco em 1947 e 1948. Em 1949 viajou para a Europa onde se fixou em Paris. Viajou pela Bélgica, Suíça, Portugal, Espanha e Itália, estabelecendo-se na Úmbria (Deruta) em 1952, aprimorando os seus conhecimentos de cerâmica numa fábrica de faiança nos arredores de Perúgia .
De volta ao Brasil, reconstrói e reforma o seu atelier na velha casa do Engenho São Francisco, misto de fortaleza e convento dos finais do século XVIII.
Nas ruínas da antiga olaria herdada de seu pai , o artista Francisco Brennand, debruça-se e transforma a fábrica de tijolos e telhas num projecto obsessivo e sem trégua, recriando de uma maneira original elementos de uma surpreendente arquitectura.Aí, Brennand, desenvolve uma obra artística que se estende pelo desenho, arquitectura, pintura e escultura, reinterpretando tanto a mitologia sul –americana, quanto a europeia. Diversas culturas que coabitam no universo brasileiro fornecem os sinais marcantes da personalidade e do trabalho de Francisco Brennand , que em analogia aos surrealistas ,acentua a força e o efeito do sonho e da inquietude como requisito para acto criador. Numa inscrição mural de Jorge Luís Borges, encontramos a seguinte citação: “ A sua imediata obrigação era o sonho”.
Para quê descrever mais? Palavra alguma pode dizer a arte de Brennand. A literatura é inútil. Ele escreve com a cerâmica. O ceramista Francisco Brennand recebeu no ano de 1993 o Prémio Interamericano de Cultura Gabriela Mistral, outorgado pela OEA-Washington/USA, pelo conjunto e singularidade do seu trabalho.

Etiquetas:


Comments:
Brennand fez com as suas obras uma encarnação da magia e sonhos em barro e formas "vivas"... Um beijinho
Joao
 
"Ele escreve com a cerâmica."-uma frase que diz a Creação..
Belísiimo.Um acrescento à minha contínua visão e reposição dos seres ciativos do mundo.


Bj,

***maat
 
Gosto muito de Brennand, para além de reconhecer sua excelente qualidade, mas me identifico muitíssimo mais com o trabalho da Sara Carone e talvez por eu considerá-lo muto leve...

Beijinhos,
Cris
 
É maravilhoso o seu trabalho, figuras vivas....

Ao Trabalhar com o barro se trabalha com os 4 elementos.

Terra, Água, Ar e Fogo

É a única arte humana que se trabalha com os 4 elementos da natureza...

Dar forma à Costela de Adão...

beijo grande
 
Estou muuuuiiiittttoooo orgulhosa por poder trabalhar a vida de Brennand em uma feira de ciências...

Eh mto bom mostrar as pessoas o verdadeiro mestre da vida!

Ass.
Yayá Toledo.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?